quarta-feira, 16 de maio de 2012

Cirurgia

Hoje fiz a minha primeira castração num cão, devidamente supervisionada, é claro. Mas gostei de dar mais este passo, até porque as esterilizações nas fêmeas e as castrações nos machos são das cirurgias mais frequentes em veterinária, para controlo da natalidade. A maior parte das pessoas de fora do curso fica sempre com muita "pena" dos animais quando se fala nestas coisas, mas a verdade é que se soubessem a quantidade absurda de animais para adotar, as ninhadas constantes, canis e associações cheios de animais, quem tem a possibilidade de o fazer é, sem dúvida, o melhor. E além de ajudar no problema de natalidade ainda tem a vantagem de prevenir algumas doenças.

Neste caso a castração foi feita porque o cão estava com um hérnia perianal, que também teve de ser reduzida através de cirurgia, devido a um grande aumento da próstata. Com a castração, a próstata vai diminuir, porque deixa de ter o estímulo hormonal testicular.

Fico contente com estas pequenas coisas, porque passo a passo, vou chegando mais perto daquilo que quero atingir :)

3 comentários:

Lacorrilha disse...

A minha Tita foi esterilizada antes dos 6 mesinhos. Acreditas que houve quem me dissesse que ela ia ficar deprimida por não poder ter filhos? Eu parto-me a rir.

Katia disse...

mais um degrau subido =D
bjs* grandes

W a l k e r * disse...

A Dr. House dos bichos :D