sábado, 15 de janeiro de 2011

Coisas estranhas#2


Quando não faço há muito tempo alguma coisa, como por exemplo ir ao cinema, a um concerto, sair com alguma amiga, divertir-me, dar uma volta, etc (geralmente devido a estar isolada em casa a estudar), parece que me esqueço de como essas coisas são boas. Eu sei que isto parece estranho, mas juro que me acontece. E só me apercebo que são coisas que realmente gosto (na maioria das vezes) quando calha de as fazer, após uma longa pausa. O ditado "longe dos olhos, longe do coração" aplica-se a muitas coisas da minha vida, sem dúvida alguma. Não conheço muita gente que seja assim, ou pelo menos que o diga.. (Alguém com o mesmo "problema" por aí??)

Hoje foi uma conversa. Há muito tempo que não tinha uma conversa assim, e que bem me fez. Tinha-me esquecido como uma boa conversa pode saber tão bem e tornar o meu dia um bocadinho mais feliz.


6 comentários:

' Claudjinha disse...

tudo o que é demais se torna numa simples banalidade. há coisas que, por serem tão boas e saberem tão bem, não devem estar sempre a ser repetidas,senão perdem o interesse :)

W a l k e r * disse...

fico feliz por estares feliz :)
just so simple as that :)
grande beijinho*

Alex disse...

Conheço outra expressão: "Olhos que não veem, coração que não sente..."

:)

Lacorrilha disse...

Entendo-te perfeitamente, por vezes acontece-me o mesmo.
E sim, uma boa conversa pode iluminar o nosso dia.
Beijocas

Katia disse...

Tb sou assim....e parece que depois queremos voltar a fazer td o resto que smp axamos bom e que por algum motivo n continuamos p voltar a sentirmo-nos bem =D
bjs*

Vida de Praia disse...

Sei o que isso é e dou graças pelas eventualidades que descreves: aquelas coisas menos planeadas que acabam por saber muuuuuito bem :-)