sábado, 11 de abril de 2009

Jogo


A vida é um jogo. Há aqueles que sabem jogar, já têm muita experiência e técnica e que, por isso mesmo, têm tendência a ganhar, há os que vão ganhando de vez em quando por sorte e depois há os batoteiros, que fazem de TUDO para ganhar, para serem os melhores, não dando conta daquilo que fazem.
Como em qualquer jogo o factor "sorte" também é importante e há aqueles que são naturalmente bafejados por ela, outros esporadicamente vão tendo uma ajudinha e depois há aqueles que nunca têm as melhoras cartas, mas com luta e persistência conseguem fazer as mesmas coisas. Muitas vezes pergunto-me em qual dos grupos me enquadro, se é que eles existem, ou antes, em qual deles me enquadro mais vezes??
Estou farta de ver muitas jogadas feias, de ver esconder cartas, aldrabar resultados..Ver como tantas coisas funcionam à base de cunhas e ajudas pouco correctas.Porque é que não podem as pessoas apenas mostrar aquilo que são?
Quando estou mais desocupada dá-me para isto..Acho que vou estudar e voltar a encher a cabeça de coisas bonitas e interessantes e deixar este tipo de pensamentos para trás..
beijos a todos*

6 comentários:

Vida de Praia disse...

O mais importante é a tua maneira de encarar a vida e de agir - se não fizeres batota, quem acaba por sair vencedora no jogo da vida és tu ;-)

Cláudia disse...

Só para deixar um beijinho *

Sapatos de Lacinho disse...

Escreves bem, escreves bem. Tudo o que dizes eu sei e sinto e penso muitas vezes.

beijo, boa páscoa

O Pinoka disse...

A vida é mesmo assim. E será sempre assim. Nem sempre ganham os melhores ou os mais sérios, muito raramente ganham os mais trabalhadores.
É uma questão de consciência e valores morais, só tens de escolher o espaço que queres frequentar.
Beijocas

'C. disse...

baah, eu detesto jogos de sorte.. detesto mesmo, sobretudo cartas,lol.

| Life's Universe | disse...

Neste jogo que é a vida devemos "jogar com o baralho todo!"xD Não os jockers não contam! Só se for ao peixinho de 2 LOLOL =P Isto tem muita verdade... O peixinho de 2 não é mais do que cuidar da relação com o outro e... nunca esquecer de por fora do baralho (das pessoas importantes da nossa vida) esses jockers... mas não fingires que eles não existem mas sim desejar-lhes a mesma felicidade que desejamos a nós próprios pois, não há nada pior para o nossos "inimigos" que a nossa compaixão. =D

Aquele beijooo*