quinta-feira, 20 de setembro de 2012

Keep calm

Ando numa fase um bocadinho desanimada, de uma forma geral. Não sei bem qual será o motivo e nem sou de andar assim, mas será certamente uma fase passageira, pela qual todos passamos de vez em quando. E é por isso que não tenho escrito tanto por aqui. O facto de ter muitos amigos emigrados (acreditem que já são a maioria, mas um dia destes faço um post sobre isso), saber que, muito provavelmente, um dia serei eu a partir, ver como vão as coisas no país e na minha futura profissão. Enfim, acho que tudo junto não ajuda lá muito, mas não dá mesmo para pensar de mais no assunto, senão ninguém consegue fazer nada.

Tenho de ver se faço alguma coisa para voltar a ficar outra vez no meu estado normal e para descobrir mais motivação, mesmo que nem tudo sejam rosas.

7 comentários:

Lacorrilha disse...

Basta ao dia o seu próprio mal.
Eu sei que é difícil, mas faz um esforço para não sofreres por antecipação.
Beijocas e ânimo.

apenas umas letras disse...

olá. tens é que te alimentar bem, para sair dessa fase e beber magnesona em ampolas em antes de cada refeição para teres apetite. eu sei que custa veres isso, mas não podes sofrer em antes. quem sabe se não tens sorte, no teu País. beijos e um abraço. bom fim de semana

Katia disse...

até eu que nunca pensei sair do país já estou a ponderar tal hipótese
bjs*

apenas umas letras disse...

Olá. em vez de te responder no blogue, respondo-te aqui. Eu já estou bem. nada que uma boa noite de sono e um bom duche, não resolvam. uma coisa que descobri é que as contas de twitter que estão protegidas no computador, se entrares pelo telemóvel, nessa mesma conta, lês tudo na perfeição... beijos e força para ti. um abraço

Alex disse...

Todos nós temos essas fases... Mas os problemas existem para serem ultrapassados!! =) E se é coisa que já aprendi, é que quanto mais pensamos em certas coisas e mais desanimados estamos, mais problemas criamos para nós próprios.. Força e ânimo para ti!!

;)

Miss S. disse...

Já somos duas nesse estado. Também ando numa fase tristonha, sem saber bem qual o motivo. Talvez não haja um motivo. Talvez sejam vários motivos. Mas tal como tu, também não tenciono passar muito tempo a pensar nisso. Vamos acreditar que isto é passageiro, que vamos arrebitar e não deixar a esperança morrer.
Força!
Beijos***

A♥ disse...

O mais importante é manter a esperança e, como as coisas estão, ir vivendo um dia de cada vez.

Big Kisses