segunda-feira, 18 de fevereiro de 2013

"O mundo não se cala"

Sou fã do Alvim há muito anos. E, como ultimamente tenho lido textos fantásticos escritos por ele e com os quais tanto me identifico, resolvi deixar aqui um desses últimos textos, publicados no blog oficial dele. É daqueles textos que eu escreveria, se tivesse talento para a escrita.

"O grande problema do mundo não é não ver – o mundo vê – não é não agir, não – o mundo vai agindo – o grande problema do mundo é, isso sim,  não ouvir. O mundo fala de mais e durante esse tempo, como sempre acontece a quem fala de forma incontinente, não ouve. O mundo transformou-se num incontinente verbal que quer só que ouçam a versão da sua história, não querendo saber as outras que lhe contam e as perguntas que lhe fazem. O mundo só fala, fala, fala, como um maluquinho que caminha sozinho a falar pelas ruas. E este é o seu maior problema, aliás, o problema. O mundo transformou-se num comentador profissional, numa metralhadora falante que diz o que está bem e mal, mas sempre sob o seu único ponto de vista. É pena, porque deveria saber ouvir, saber ouvir para depois falar. E porquê? Porque os outros poderão ter  razão e mudar- -lhe quem sabe, a sua . Não estou de lado nenhum do mundo, mas podendo parecer contradição, estou do lado dos que ouvem para que possam falar depois. E o sacana do mundo não está deste lado. O mundo tem a perniciosa mania de falar antes, de correr antes,  tal qual a lebre de corrida que se esgota tanto no início que acaba por ser ultrapassada no fim. O mundo não se cala. E devia. Justamente para saber ouvir. Para não ser ultrapassado.

Fernando Alvim
Publicado originalmente no jornal i"

E o programa "É a vida Alvim" que dá no novo canal, +tvi, está mesmo fixe! Já vi algumas vezes e conseguiu pôr-me bem disposta e a rir imenso num dia que era muito difícil algo provocar esse efeito em mim.

3 comentários:

Katia disse...

completamente de acordo
bjs*

apenas umas letras disse...

Olá. estou de acordo com ele, mas parece um texto filosófico, o que também é bom. e tu, como estás? beijos

Lacorrilha disse...

Já tinha lido e andava com vontade de partilhar no meu blogue, falta-me é o tempo, já bem bastam as fotografias.
Mais uma vez provo que só tens bom gosto.
Beijocas