quarta-feira, 29 de julho de 2009

Em jeito de balanço..

Em termos académicos foi um mau ano.Péssimo diria até. Para mim foi um fracasso..e por muito que me tentem "consolar" ou dizer o que quer que seja,não vale a pena.
Nestas coisas aquilo que importa é o que nós próprios sentimos, como vemos as coisas do nosso prisma..os outros podem pensar o que quiserem e como quiserem..não me faz diferença.

Analisando as coisas friamente, sem floreados e sem estar aqui a fazer-me de coitadinha e não sei o quê,aquilo que sei é que : neste semestre empenhei-me mesmo muito, fui a quase todas as aulas teóricas e as todas as práticas..estudei regularmente, não todas, mas muitas cadeiras e fiz aquilo que achei melhor para ter sucesso. Sei que isso é verdade.

Também sei que me desleixei a uma cadeira, que foi química..e que não o deveria ter feito..mas acho,sinceramente, que preciso de alguma ajuda exterior, um explicador que me oriente melhor..como grande parte dos meus colegas..porque contam-se pelos dedos os que passaram.


Desta fase de exames sei que tive muito azar em alguns, apesar de ter estudado e de me ter esforçado..e não estou a dizer isto só para me desculpar. Se não tivesse estudado era perfeitamente legítimo que reprovasse. Assim, é mais difícil de aceitar. Há realmente cadeiras muito muito puxadas e que não é fácil fazer à primeira, mas uma pessoa acredita sempre que consegue (senão nem havia alento para estudar) e também sei que este curso tem uma dificuldade elevada (este semestre é a prova disso mesmo). Mas talvez a minha forma de estudar não seja a melhor, talvez tenha de mudar de método, arranjar alguma coisa que me ajude..e a dificuldade que tenho em memorizar coisas também não dá jeito nenhum. TEM DE HAVER UMA MANEIRA, eu sei que sim..e eu vou descobri-la, mais cedo ou mais tarde..porque tenho mesmo de acreditar nisso.


Este balanço, acabou por dar um testamento..bolas..mas pronto, esta foi a parte má do ano, a que me deitou (e deita) abaixo, que me faz ficar com a auto estima numa miséria ao ponto de não me apetecer ter férias e de não as aproveitar.


Mas o ano também teve partes boas..e uma delas foi ter-te conhecido. Foste realmente uma grande descoberta...e,nesta época de exames, ainda mais me surpreendeste. Sempre preocupado com o meu estudo, em como iam as coisas..Gostei de ver como ficas mesmo contente quando passo a uma cadeira e como ficas mesmo triste quando isso não acontece. Nota-se que não é só aquele interesse passageiro, de quem não quer muito saber..é uma coisa genuína. Isso fez-me muito bem, nem tu sabes o quanto. Apesar de termos estado afastados, sinto-te na mesma comigo e agora, espero que brevemente, já nos podemos ver outra vez. Sei que tudo isto é muito recente, mas gosto muito de ti e sei que tu correspondes ao que eu sinto..Até pode durar pouco tempo, e as coisas até podem não resultar, mas estou a viver o agora e acho que é isso que é importante. E agora adoro-te e quero-te do meu lado C'*
Ps: post um bocado grande e a falar quase sempre do mesmo..mas estar a escrever isto tudo foi uma espécie de terapia.

beijos*


5 comentários:

Pikiiii disse...

Se escrever é terapia queremos muitos e mais post's teus :)
Minha querida nem sempre o esforço é sinónimo de bons resultados. Falo de experiência própria: 3 exames para passar, 3 que chumbei e de primeiro ano!! Mas pronto. Para o ano à mais e agora querida tens é que aproveitar as tuas férias :P

Beijinhooos*

Shakti disse...

Deixa lá ...passou , olha sempre para a frente !!!

bj grande

Maria disse...

Tal como a Pikiii disse agora tens é de aproveitar as férias, não penses no resto..:)

Um beijinho.

Katia disse...

se eskrever te fez bem, entao eskreve mais vezes.... k estarei ka p ler =)
n penxes mais no passado... aproveita as ferias e penxa no k ade vir
bjs*

'C. disse...

bem, não sei se te serve de consolo, mas eu este ano, em 10 cadeiras,só fiz 6! menos uma e tinha chumbado